terça-feira, 11 de outubro de 2011

Quando seus olhos sorriem


Quando seus olhos sorriem

o sangue colore meu rosto

derreto

pingos me fincam no chão

as pernas tremulam

de incompreensível temor.


Quando seus olhos sorriem

enovela-me os mil fios

das palavras.


Quando seus olhos sorriem

inunda-me estranha

felicidade.


Quando seus olhos sorriem...


2 comentários:

Aili disse...

Linda declaração!!!

beijos

missosso disse...

realmente, Aili, coisa muita bela e de fina ourivesaria; leve, leve e a imagem casa à maravilha!