sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

a norma

a coisa mais normal do mundo
é querer ser considerado
respeitado
amado
enfim
ser tido e tratado como um
dos nossos
lado a lado com o desejo
de ser incomum original nunca visto
ou seja
único
então o normal é querer
o que não se pode
sonhar como se tudo fosse possível
e nada satisfaz ao ser
atingido
para além da ordem um imenso
vale-tudo
depois do ser um impensável
nada

(lá fora frio e aqui a cerveja quente)

2 comentários:

angela disse...

É tão comum hoje em dia e a maioria nem se dá conta.
Belo poema.

missosso disse...

vc tem me inspirado a msg poética curta, olhe acima plis. abs