terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Efêmero


Não sei o que trazem os dias
que hoje traço
nem sei o que abraço
nem qual é o traço
que traço nesse retrato
retrato fugidio
retrato de mal querer
de cores pálidas
cansada

Fazes os traços do laço
de nó bem apertado

-sufoco em notas de dó-

5 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Gostei Gdo blog, Angela. Parabéns.
Aguardo sua visita.

www.ofalcaomaltes.blogspot.com

igreja invisivel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
angela disse...

Doutores dão remédios pra tudo e nos deixam bem abestados. Não acha?

missosso disse...

sufocado em dó,
caiu em si
bjs

VELOSO disse...

Te desejo sol... Te desejo cores e flores!