domingo, 25 de setembro de 2011

Elegia a um amigo



Palavras
só restam as palavras
nesse vazio
horrendo

Palavras
so restam as palavras
nessa solidão
imensa

Palavras
só restam as palavras
nessa dor
tamanha

Palavras
só restam as palavras
e me faltam palavras.

3 comentários:

Mery disse...

Oi, amiga, estou sem palavras,{também.
Se só restam elas, nessa dor então...nada resta mais!
bjusssss
Mery

Maria José Rezende disse...

Olá Angela. Lindo blog. Vou dar uma volta nos outros também. Quando ficamos "sem palavras", deixamos espaço para a emoção entrar. Beijos.

missosso disse...

só restam as plavras, e às vezes elas faltam - achado!