quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Maravilhas da Natureza


Acende apaga

apaga acende

apesar do pisca pisca

não há indecisão


No convite ao namoro

o brilho dos vagalumes

aliviam a escuridão


Recordam estrelas

convidam a brincadeira

atiçam a imaginação


(Quem diria

que a bunda de um inseto

suscitaria tanta alegria

e tanta poesia)

Um comentário:

missosso disse...

que beleza: poesia que acende!