quinta-feira, 26 de maio de 2011

Enrosco


Queria tanto ouvir a pergunta...tanto...

livrar-me desse engulho

desse nó de enforcado

que ainda me prende


Pergunte ...

e eu lhe direi :

que não quero nada

que não espero nada

que não estou no jogo

que estou em outra


Pergunte...

mas você não pergunta…

2 comentários:

missosso disse...

nó de enforcado... e não pergunta nada? pura concentração poética, bravo.

angela disse...

Obrigada pelo incentivo.
abs