sexta-feira, 11 de março de 2011

Poemas de Renata Macedo Capatto

Estranho sedutor

Seu jeito de falar sem meios de chegar

revela um especialista em penetrar mundos.

Exala perfume inseguro, cheiro de homem

entranhado e incólume, sentida presença no ar.

Doce arranjo: olho... fala... perfume...

Num olhar negro, angustiado e livre.

Sedução menina em busca de um não sei que

vindo não se sabe de onde, mas que quer chegar

Calor forte que transcende e invade

numa penetração erótica a não se consumar.

Êxtase prolongamento interminável.

Consumida sedução paradoxal a sua

como se ao chegar, saísse sem dizer nada

como se ao fim, não tivesse tempo pra acabar

como numa estratégia incontida de se saber estar.

Sentimento escondido mas no fundo demonstrado

completando vazios de medo.

Faz tipo garoto certo num poema sujo

mostra na aparência, sua essência

sedutora e incondicional

sutil, mas muito decidida

pueril, mas obsceno ao pensar

incontida na forma de revelação

Estranha sedução a sua de anestesiar.

Ourinhos, 09\09\10 - 21:45 h.

Renata Macedo Capatto

Ausência de mim

Vazio...

Brisa quente lá fora.

Vazio...

Corredor frio dentro.

Vazio...

Dentro de mim... quente? Gelado?

Sinto-me sem temperatura agora.

Não sei se é poético, mas é verdadeiro.

Renata Macedo Capatto Dezembro, 2010

Fases sem sentido...

Perguntas sem respostas.

Saídas sem caminho.

Amargo sentimento

De hoje. De sempre.

Confusão mental no papel

Registro de fases, na cabeça

Lua! Lua!? Lua. Lua...

Não sou companheira.

Algum dia as respostas virão.

Virão? Virão! Talvez no verão...

Não sei.

Renata Macedo Capatto, Novembro de 2010.

4 comentários:

missosso disse...

muito forte a poesia da Renata, vale até fazer mais de 1 post - o poema erótico é dos bons!

Mel disse...

Arrasou meu bem! Babamos no seu poema... Mel, Ti e Rô!

Dilah disse...

Como é bom ver gente como a gente, gente tão de pertinho, fazendo coisa tão grande!!!
Odila

Doracy disse...

QUE ORGULHO VER REALIZADO UM TRABALHO QUE SEMPRE ACREDITEI;--- Q VOCE RENATA,SERIA CAPAZ......
SEMPRE SENTI A SENCIBILIDADES RETRATADA NOS POEMAS, EM VOCE.
PARABENS........
DORACY