segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Eu, o lobo

Por que razão vem à noite?
Para poder cavar em paz e sem pressa
os barulhos da noite o escondem
Qual o motivo do buraco que cava?
O buraco não tem motivo
apenas a ausência necessária
para que ninguém se julgue ileso
Ele está dentro da casa
Como sei que está aqui
e não escondido no mato?
Eu que deixei entrar
É uma fera terrível
devorou toda uma família de anões
Por que sei que é um lobo?
Eu que o criei
desde a barriga da loba
Esperamos a polícia mas é ele
(o lobo) que gosta de polícia
Há uma arma
mas não há coragem para usá-la
Por que é que nunca soubemos
desse quarto no subsolo?
Ele foi lacrado para que
sobre os seus segredos pudéssemos viver
ao rés do chão
Como pode ter certeza
de que há crianças na casa?
Onde há crianças há o medo
dos lobos
Qual o motivo de os temermos tanto?
Um cão pode voltar
a ser lobo e vice versa
nós estamos condenados a ser uns
os lobos dos outros
Vi ou sonhei que vi
a mulher se aproxima do bebê que chora
pega-o no colo e retira do seu pé
um espinho em seguida cuida
do ferimento.
____________________________________
___
desenho: "Nuna djá Nela" de Guga Alayon 2010

3 comentários: